Agrupamento de Escolas de Gondifelos

Informações

Ferramentas

Blogs

A acontecer

Contratação

Votos do utilizador: 5 / 5

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

No dia 9 de maio, os alunos do 7º ano foram a Matosinhos para assistirem à representação da peça de teatro "Leandro, rei de Helíria", escrita por Alice Vieira, num espetáculo da responsabilidade da Companhia de Teatro “O Sonho”.

Segundo a Eduarda e a Beatriz da turma 7º2, “a história conta que, há muito tempo, havia um rei que tinha três filhas. A mais velha Amarílis, a do meio Hortência e a mais nova Violeta. Certo dia, o rei decidiu passar o reino para as mãos da filha que demonstrasse mais amor por si. Assim que começou o interrogatório, Amarílis disse que o amava mais que o sol que a iluminava. Hortência disse que o amava mais do que o ar que respirava e, por fim, Violeta, encavacada por não conseguir falar como suas irmãs, disse que o amava tanto como a comida precisa de sal. O pai, furioso com tal comparação, expulsou-a do palácio e disse que Violeta deixara de ser sua filha. Devastada, Violeta abandonou o palácio e dirigiu-se ao reino do seu noivo. O rei, ainda triste, mandou dividir o reino em duas partes, dando o norte à sua filha mais velha e o sul à do meio. Passado algum tempo, o rei foi abandonado pelas suas próprias filhas e começou uma jornada de errância pelos caminhos da vida com o seu fiel bobo. Já cego, chegaram a um reino indicado por um pastor que encontraram pelo caminho. Lá, foram recebidos com um grande banquete ordenado pela rainha. O rei odiou a comida. Farto daquilo, dirigiu-se à rainha furioso. Ela informou-o que a comida apenas não tinha sal e logo ele reparou que se tratava de Violeta. Arrependido do mal que lhe causou, pediu-lhe perdão e, reconciliados, deram um forte abraço, ficando felizes.”
Os alunos gostaram da peça, pois era divertida, acompanhada por músicas e com uma mensagem muito positiva. Trouxeram a mensagem que errar é humano e que devemos perdoar acima de tudo.
No fim do espetáculo, havia o sentimento comum de que a Companhia de Teatro «O Sonho» nos tinha proporcionado bons momentos de teatro, proporcionando aos alunos conhecimentos acerca das sociedades, costumes e valores humanos.

06-11-2019 


A sentir Sophia
de Mello Breyner Andresen

Hoje,
faz 100 anos que nasceu
esta alma
tão famosa
inovadora
e criadora.

Durante a sua vida
muito escreveu
muito fez
e muito recebeu.

Por causas lutou
com força e garra
sem medo
de ir em frente
sem medo
de enfrentar
os desafios
que lhe apareciam
continuamente.

Quando Sophia morreu
deixou-nos uma luz!
Luz de mudança
que nos acende o coração
de esperança...


Andreia Cruz; Nº4; 8º3

O que fazer?! 

Celebrando o Dia Internacional para a Redução das Catástrofes o AEG aderiu ao exercício "A Terra Treme". Todos devemos ter consciência do perigo e saber o que fazer nestas situações. Clique na imagem abaixo para ver os conselhos do "Tinoni".

Links Educativos 

 

RoteiroMinas1

 

 

 

metis

JuventudeCMVNF

 

FundacaoJuventude

 

 

 

 

 

 

Quadros de Honra 

Conheça os alunos do Quadro de Honra de cada ano letivo

Memórias 

memorias

Revista PAA 

revista2017 2018

Login

Online 

Temos 198 visitantes e 0 membros em linha

Scroll to top