Agrupamento de Escolas de Gondifelos

Informações

Ferramentas

Blogs

A acontecer

Contratação

Votos do utilizador: 5 / 5

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

O Agrupamento de Escolas de Gondifelos foi distinguido pela Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, com o “Selo Famalicão Visão’25”, na sequência de candidatura interposta pela Direção em maio de 2017, à categoria “Famalicão Comunitário”.

A entrega do galardão pelas mãos do Sr. Presidente da Câmara, enquadrou-se na cerimónia de celebração do «Dia do Concelho», que decorreu no parque de lazer “Calça Ferros”, em Pedome, no dia 28 de setembro e o AEG foi uma das 12 entidades selecionadas por um júri independente, distribuídas pelas quatro categorias a concurso: Famalicão Made IN; B-SMART Famalicão; Força V - Famalicão Voluntário; Famalicão Comunitário.
Os selos “Famalicão Visão’25” são instituídos pelo Município de Vila Nova de Famalicão para reconhecimento de ações potenciadoras dos valores que marcam a identidade do território para novos patamares de liderança e excelência, e que se encontram alinhadas com a Visão para 2025 — Seremos uma comunidade tecnoindustrial global, num território verde multifuncional.
O selo identifica e reconhece as boas práticas com impactos assinaláveis no território, na economia e na sociedade, que impulsionem o crescimento inteligente, sustentável e inclusivo e a governança do território e promovam a afirmação territorial do concelho de Vila Nova de Famalicão a nível local, nacional e global.
Na categoria Famalicão Comunitário são reconhecidos os projetos que promovam a corresponsabilização dos cidadãos e que se distingam enquanto projetos coletivos, de cooperação e colaboração entre atores públicos e privados e potenciadores dos valores do futuro territorial ambicionado.
Considerando que a educação é o principal veículo de mobilidade social e que uma comunidade que não reconhece o valor da educação é uma comunidade que será incapaz de se promover, de alavancar as suas potencialidades, de gerar riqueza. Considerando ainda que o território de intervenção do AEG era caraterizado por um tecido social com baixas expetativas face à formação e às suas mais-valias e as faixas etárias frequentadoras da escolaridade obrigatória seguiam esta ideia do contexto familiar, na maioria de baixo índice sócio-económico-cultural, e encontrava-se desmotivada, não investindo nos estudos e, consequentemente, ficando-se por baixos resultados académicos, traduzindo-se em índices de retenção acima da média nacional e tendo em conta que, com base no Projeto Educativo do AEG, foram desenvolvidas um conjunto de iniciativas, que, envolvendo toda a comunidade educativa e envolvente, transformou este cenário e trouxe aos seus alunos e às correspondentes famílias uma nova luz e uma nova esperança para o futuro, a Direção do AEG submeteu a candidatura que deu origem a esta distinção.
Hoje, os alunos e as famílias percebem claramente a importância da educação e os resultados académicos alcançados traduzem a mudança, encontrando-se acima da média nacional na generalidade dos indicadores e situando-se entre as melhores escolas de Famalicão.
Efetivamente, as práticas de trabalho cooperativo do AEG com a comunidade, em particular com os pais/encarregados de educação, são uma referência e os muitos projetos desenvolvidos em parceria com entidades locais de diferente natureza (cultural, social ou económica) permitem o enriquecimento da qualidade do processo formativo dos alunos, a começar, desde logo, no pré-escolar, lançando as bases que dão sustentabilidade aos resultados alcançados e permitem continuar a almejar a VOAR MAIS ALTO.
(Pode consultar o resumo da candidatura clicando aqui)

Sem telefones! 

Estamos com um problema
grave nos telefones.
Se não nos conseguir ligar,
pedimos que nos contacte
através do mail da Direção
(direcao@aegondifelos.pt)
ou dos serviços administrativos
(secretaria@aegondifelos.pt).
Obrigado.

Acompanha o i-City! 

Foi uma semana em cheio
com os nossos parceiros
(Espanha, Itália, Turquia,
Roménia e Inglaterra)
Obrigado a todos quanto
colaboraram ou contribuiram
para que isto fosse possível

VÊ ABAIXO RESUMO
DAS ATIVIDADES REALIZADAS
(10 a 16 de março)

Dia 16 de março

Dia de fortes emoções,
corações apertados e
olhos nublados,
trocam-se abraços
e promessas de contactos.
As famílias acolhedoras
levam os parceiros
ao aeroporto e a
saudade já se sente no ar.

Dia 15 de março

Neste dia de encerramento,
concluiu-se a parametrização
da cidade virtual,
promoveram-se trocas
de experiências pedagógicas,
fez-se a avaliação desta
fase do projeto, preparou-se
o sarau cultural, que fechou o
dia e o trabalho em beleza.

Dia 14 de março

Manhã para preparação das
conclusões do trabalho de
urbanismo virtual e questões
para responsáveis autárquicos,
relacionadas com temática do
projeto, que foram respondidas
de tarde na Casa da Juventude
na receção da CMVNF, que
abriu 
peddy paper pela cidade.

Dia 13 de março

Visita turística ao Porto
para analisar os cuidados a ter
na organização urbana,
através de uma visita guiada
evidenciando os traços
do crescimento da cidade,
havendo tempo para uma visita
às caves do Vinho do Porto e
para um pequeno cruzeiro.

Dia 12 de março

O tempo nublado não ajudou
mas o grupo cumpriu.
A manhã foi de muito trabalho
e a tarde foi dedicada
a visitas a empresas
(de apoio social e de
processamento alimentar),
terminando com uma ida
à praia da Póvoa de Varzim.

Dia 11 de março

Foi um dia muito preenchido,
com o acolhimento,
o reconhecimento da escola,
as primeiras 
atividades
da construção 
da
cidade virtual

da visita pedestre a Gondifelos,
no fim foi a festa com um
jantar familiar de receção.

Dia 10 de março

Com grandes tribulações,
mas todos a chegar ao destino.
@s primeir@s a aterrar
foram @s italian@s,
logo seguido d@s turc@s.
De tarde chegaram
@s ingeleses/as e ao
final do dia 
@s romen@s
@s espanhóis/las.

Links Educativos 

 

RoteiroMinas1

 

 

 

metis

JuventudeCMVNF

 

 

 

FundacaoJuventude

 

 

 

 

 

Memórias 

memorias

Jornal Escolar 

asas mar2018

Nº 6 - março 2018

asas dez2018

Nº 7 - dezembro 2018

Revista PAA 

revista2017 2018

Login

Online 

Temos 79 visitantes e 0 membros em linha

Scroll to top